Sem categoria

Conscientização sobre alimentação nas empresas

Conscientização sobre alimentação nas empresas

Os empregados passam boa parte do dia em seus ambientes de trabalho e para que se mantenham saudáveis uma boa alimentação é fundamental.  As mudanças devem ser planejadas e executadas por etapas, sempre contando com o incentivo do empregador. Aqui iremos falar sobre esse tipo de conscientização.

Primeiro passo

As empresas que visam uma melhor qualidade de vida para seus funcionários devem começar pela conscientização sobre a importância de uma boa alimentação e o impacto disso na saúde. Inicialmente é preciso apresentar aos funcionários as vantagens e benefícios dos cuidados alimentares, assim como mostrar as desvantagens e riscos de uma alimentação desregrada e não saudável. É possível criar um programa interno, fazendo uso de diferentes estratégias (e-mails, cartazes elaborados por nutricionista) que visam essa conscientização. Investir nesse tipo de informação é lucro na certa!

Vantagens da alimentação saudável

Diversos estudos comprovaram que a alimentação é a chave para a saúde e uma vida mais longeva. O cardápio deve incluir alimentos saudáveis, ricos em nutrientes, vitaminas, sais minerais e fibras. Esse é um dos principais cuidados para se minimizar o risco do aparecimento de várias doenças que impactam a vida do colaborador e, consequentemente, sua produtividade. Uma boa alimentação é capaz de fazer com que a pessoa tenha mais disposição e energia, aumentando a autoestima e a capacidade de resolver problemas.

As empresas que incentivam os seus funcionários a adotarem uma a alimentação saudável também fazem com que eles mudem hábitos pessoais e isso impacta no estilo de vida da pessoa, podendo ser verdadeiramente transformador! A relação entre empregador e empregados só tende a melhorar, já que os funcionários perceberão o cuidado que a empresa tem com eles. Eles se sentirão mais valorizados e assim, fica muito mais fácil de vestir a camisa da empresa. Funciona como uma via de mão dupla, na qual os dois lados saem ganhando.

Não é preciso fazer dietas

Alimentação saudável não é sinônimo de dieta. Alimentos são essenciais para a saúde do organismo, e devem ser consumidos com cuidado ao longo da vida. Veja, eu escrevi alimentos e não produtos alimentares! Esses são produtos muito industrializados que existem no mercado para substituir o bom alimento. Por isso sempre recomendamos o consumo de alimentos o mais próximo da sua condição na natureza. Pois os produtos alimentares, na maioria das vezes são ricos em gorduras, sal, corantes, conservantes e aromatizantes. Conforme os anos se passaram, principalmente com a vida moderna muito corrida, os hábitos alimentares sofreram muitas mudanças. Essas mudanças são as principais responsáveis pela epidemia mundial de obesidade. Estimativas apontam que a obesidade poderá causar perda de até 8,7% do PIB brasileiro em 2030. Então, investir em informação de qualidade sobre alimentação saudável é uma excelente estratégia para diminuir a obesidade, melhorar a saúde das pessoas e economizar bastante dinheiro. A estética é completamente secundária.

Ofereça refeições saudáveis

Caso a empresa tenha à disposição dos funcionários um refeitório, deve procurar oferecer refeições saudáveis, dar o exemplo. A recomendação é esclarecer ao nutricionista responsável pelo cardápio que a empresa quer oferecer uma alimentação saudável, para que o funcionário não apenas se alimente, mas aprenda a se alimentar adequadamente.  O ideal é montar um cardápio saboroso, nutritivo e que chame a atenção dos empregados, evidenciando que é possível comer comida gostosa, saborosa e ser saudável ao mesmo tempo. É possível ainda fazer parcerias com restaurantes mais saudáveis nas adjacências, oferecendo desconto para os funcionários. Mas, antes de aplicar qualquer mudança, explique o motivo e quais os objetivos daquela decisão.

Desenvolvimento da proposta

A conscientização não vem do dia para a noite, e também não envolve apenas o tempo que o funcionário fica na empresa. Então, uma estratégia interessante é oferecer palestras e consultas com profissionais da área da saúde (nutricionista, nutrólogo, profissional de educação física) para reforçar esse comportamento. Também é fundamental o acompanhamento e a análise dos resultados de uma proposta como essa, visando atingir os objetivos num determinado espaço de tempo e também para aperfeiçoar a proposta cada vez mais.

Desenvolva metas

Especialistas no assunto recomendam a criação de metas. Dessa maneira os resultados tendem a aparecer com maior rapidez, gerando motivação. As metas podem ser mensais, por setor, por equipe, por turno e podem visar o aumento do consumo de alimentos mais saudáveis, ou a diminuição do consumo de refrigerantes, doces, frituras. Pode até, com um prazo maior, promover a redução de peso de um determinado setor, entre setores etc. As opções são várias. Mas não se esqueça de oferecer prêmios ou bonificações que ajudarão os funcionários a se manterem motivados.

Incentive outras práticas saudáveis

Para que a saúde dos funcionários melhore, além de uma boa alimentação, é recomendada a prática de atividade física, como ginástica laboral, que é desenvolvida no próprio ambiente de trabalho ou a criação de programas de exercícios físicos fora do ambiente de trabalho, como grupos de corrida, times de futebol, equipes de bicicleta etc. O incentivo a cuidados médicos, controle de estresse e cultivo de bons relacionamentos também favorecem a formação de um bom estilo de vida.

Conte com a Presente de Saúde para levar mais saúde para sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *